Experiência pública pioneira na Europa

Experiência pública pioneira na Europa

"Portugal Inovação Social é uma experiência pública pioneira na Europa para criar condições para que a sociedade civil organizada possa ter novas respostas. É uma iniciativa pública para promover e apoiar a inovação social em Portugal, que mobilizou 150 milhões de euros no âmbito do Fundo Social Europeu", referiu Filipe Almeida, presidente da Portugal Inovação Social. Tem quatro instrumentos de financiamento e apoia projetos através de candidaturas a concursos específicos. Neste tem aberto um último dos concursos de uma medida chamada parcerias para o impacto.

Já foram aprovados 579 projetos para a inclusão. Deu o exemplo de um projeto que está a ser desenvolvido, o ValorIn, criado em março de 2016, pelo MADI de Vila do Conde. “Combate a discriminação que concentra num único local diferentes espaços fabris de indústrias locais, que assim externalizam a produção de parte do seu ciclo, e emprega só pessoas com deficiência. Ajuda a desconstruir o preconceito que há nas indústrias em relação à eficiência e à qualidades destas pessoas que depois são empregadas na indústria”, refere Filipe Almeida.

Mulheres representam 40% dos empreendedores

Neste ecossistema de empreendedorismo social em Portugal, uma parte significativa destes empreendedores são mulheres. Nas contas de Filipe de Almeida as mulheres representam cerca de 40% dos empreendedores, e das lideranças dos projetos e das organizações.

“É um movimento de geração espontânea que não é provocado por quotas”, considerou Filipe Almeida. Na sua opinião, “no empreendedorismo social, o foco não está na sustentabilidade económica, na acumulação capitalista ilimitada, no setor privado. Neste caso, o impacto está na transformação da vida das pessoas. É um contexto mais favorável na forma como que se desenvolve.”

Em forma de conclusão referiu que as mulheres estão mais bem preparadas para o futuro porque as perguntas que vão ser feitas no futuro ao mundo empresarial vão ser as perguntas que já começam a ser feitas a qualquer indústria. “São, além do dinheiro que ganham, dos resultados que têm, que impacto estão a ter na sociedade, que transformação tem na vida das pessoas. Desse ponto de vista, o género feminino pode ensinar muito ao que foi a liderança clássica do género feminino”, disse Filipe Almeida sublinha o presidente da Portugal Inovação Social.

Assista aqui à Talk Sustentabilidade sobre Igualdade e Diversidade

Para mais informação sobre o Prémio Nacional de Sustentabilidade