Rodoviária de Lisboa vai circular com autocarro elétrico

Rodoviária de Lisboa vai circular com autocarro elétrico

A Rodoviária de Lisboa (RL), que integra o grupo Barraqueiro, vai começar a operar com um autocarro elétrico em vários dos itinerários e carreiras diárias.

Em comunicado, a empresa salienta que se trata de um “projeto que se destina a avaliar as condições operacionais deste tipo de veículos mais amigos do ambiente”.

O autocarro da RL, com três portas e uma lotação total de 70 passageiros, dos quais 25 lugares sentados, 44 em pé e um disponível para uma cadeira de rodas, percorrerá no total 203 quilómetros por dia.

Vai operar nas carreiras 317 entre a Estação do Oriente e o Bairro Covina (Santa Iria de Azóia) e 318 entre a Estação do Oriente e a Portela de Azóia, podendo também assegurar as carreiras 320 entre o Areeiro e a Estação de Alverca, a 329 entre Campo Grande e a Quinta da Piedade, em Santa Iria de Azóia, e a 330 entre a Estação do Oriente e o Forte da Casa, Santa Iria de Azoia.

“A iniciativa de lançar um autocarro totalmente elétrico na operação da Rodoviária de Lisboa,  vai ao encontro dos compromissos de preservação ambiental assumidos pelo grupo Barraqueiro, disse Luís Cabaço Martins, administrador do grupo, citado no comunicado.

A Rodoviária de Lisboa foi uma das quatro empresas a ganhar um dos lotes do concurso para o serviço de transporte rodoviário de passageiros na Área Metropolitana de Lisboa, que irão operar sob a marca Carris Metropolitana.